cursos de formação profissional

Cursos de Formação Profissional e a sua Importância

Envelhecimento em Portugal

Portugal está a envelhecer. Este facto pode ser confirmado através de vários indicadores; aumento da idade média da população, aumento da percentagem de idosos ou o aumento do número de pessoas com mais de 65 anos por cada 100 pessoas com menos de 15 anos. Este é conhecido pelo índice de envelhecimento. Sendo esta uma realidade cada vez mais presente,juntamente com a importância da formação profissional, as pessoas procuram cursos de formação profissional para se poderem especializar nesta área que começa a ter muito peso no factor da empregabilidade.

Os cursos de formação profissional

Os cursos de formação profissional são uma ferramenta essencial para se poder atuar na área do envelhecimento, visto que existem inúmeros cursos de formação profissional. Como por exemplo, Técnico de Ação Geriátrica, Cuidados Continuados e Paliativos, Gestão de Estruturas Residenciais para Idosos, Avaliação do Idoso e Construção do Plano Individual, Técnicas de Animação Sociocultural, entre outros.

O envelhecimento é um tema muito complexo pois, normalmente, é definido a partir das dimensões fisiológica e biológica. Uma vez que implica grande conhecimento do individuo para poder trabalhar com este público-alvo. Os cursos são dados por pessoas totalmente capacitadas e conhecedoras deste tema, fazendo, assim, com que consigam preparar futuros profissionais a terem o melhor desempenho possível.

Os formadores sabem que este tema do envelhecimento da população representa um dos principais fenómenos demográficos e sociais da sociedade portuguesa. Estes reflectem essa problemática nos seus cursos de formação profissional dando todas as ferramentas necessárias quer em aulas teóricas, aulas práticas ou aulas online. Independentemente de como são dados, o mais importante é formar bons profissionais capazes de mudar o mundo.

Se envelhecer é um processo natural, universal, contínuo e irreversível, inerente a todos os seres humanos e que pode dar-lhe entrada no mercado de trabalho. Porque não dar uma maior importância à formação profissional e apostar numa formação profissional, neste caso na área da Geriatria?

Leave a Reply

Your email address will not be published.

O nosso website utiliza cookies. Ao aceitar está a concordar com a nossa política de privacidade e cookies. Mais informação.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close